Saiba o que o Enem 2016 quer na sua redação

Cartilha do participante pretende deixar os métodos de avaliação mais claros e ajudar os estudantes.

oikr

O INEP divulgou essa semana a Cartilha do Participante para o Enem 2016. Nela, estão os critérios de avaliação usados nas provas de redação, assim como dicas do que é esperado do candidato e o que pode levar a desclassificação. A seguir estão algumas dicas do que escrever e do que evitar na hora da redação no ENEM 2016.

O que será avaliado:

A prova de redação do ENEM é avaliada de acordo com cinco competências:

1. Domínio da língua portuguesa escrita formal
2. Compreensão do tema proposto e uso de várias áreas de conhecimento para apoia-lo
3. Uso de dados e informações de várias áreas de conhecimento
4. Construção do argumento
5. Proposta de intervenção
Todas as competências têm o mesmo peso. Cada uma delas vale 200 pontos, e a nota atribuída pode ser de 200, 160, 120, 80, 40 ou 0 pontos de acordo com o desempenho do candidato. Vale a pena destacar a importância da proposta de intervenção, que sozinha vale um quinto da nota da redação. Na hora da prova, dedique algum tempo a ela.

Respeite os direitos humanos
Na redação do ENEM o que é avaliado não é a sua posição, mas como você defende esse posicionamento. A não ser que ele desrespeite os direitos humanos. Nesse caso, sua redação recebe 0. A cartilha cita como exemplo posicionamentos das redações de anos passados.

Em 2014, quando o tema foi publicidade infantil, o Enem zerou redações que propuseram violência contra publicitários (“acabar com esses bandidos”) ou pais (“matar todos esses pais idiotas”). Foram aceitas sugestões de punição apenas nos casos em que o governo foi apresentado como mediador.

No caso da proposta de 2015, em que o tema foi a violência contra a mulher foram zeradas redações que propunham linchamentos (da mulher ou do agressor), sugestões de justiça com as próprias mãos e que agressores “apodreçam na cadeia”.

Leia as redações nota 1000

O INEP disponibiliza exemplos de redações com nota 1000 e ainda apresenta comentários explicando o que faz dessas redações exemplos a serem seguidos. Aproveite para ler algumas delas e pense se as redações que você produz possuem características parecidas. Lembre-se que você não precisa de uma redação nota mil para ir bem na prova e atingir seu objetivo, mas vale a pena se inspirar com essas redações.

Uma característica em comum na maioria delas é a presença marcada de exemplos, relações com conteúdos e frases de filósofos e personalidades históricas. Citar os conteúdos do ensino médio é vantajoso para duas competências (2 e 3, compreensão do tema proposto e uso de várias áreas de conhecimento para apoia-lo e uso de dados e informações de várias áreas de conhecimento), e é uma boa ideia se planejar com antecedência para ter essas referências na hora da prova.

Fonte: Universia

Anúncios

About Celso Jacob

Economista, professor e político, Celso Jacob. Sejam todos bem-vindos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: