Ministério da Educação oferece 30 mil vagas para cursos técnicos

Com o objetivo de proporcionar maior qualificação profissional à população brasileira, o governo federal dá continuidade à aplicação de recursos em cursos técnicos. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), cerca de 30 mil vagas estarão disponíveis ainda neste semestre. As aulas regulares e a distância serão oferecidas pela Rede e-TEC Brasil e pelo Programa de Formação Inicial em Serviço dos Profissionais da Educação Básica dos Sistemas de Ensino Público (Profuncionário).00universitario-existe-algo-mais-importante-que-um-plano

Com duração de dois anos, os cursos estão previstos para começar nas instituições públicas de todo o País até o dia 20 de dezembro. Na última terça-feira (29), o MEC realizou uma reunião para discutir mudanças, perspectivas e o cronograma de execução das próximas atividades da Rede e-TEC e do Profuncionário.

Segundo o diretor de Integração das Redes de Educação Profissionalizante e Tecnológica do Ministério da Educação, Geraldo Andrade, a iniciativa fortalece a possibilidade de permanência e continuidade dos estudos.

“Além de ser uma tendência dessa nova geração se adaptar melhor às plataformas tecnológicas de educação a distância, elas também estão cada vez mais interativas na metodologia ensino aprendizagem”, garante Andrade.

Oferta de cursos

Para oferecer os cursos da Rede e-TEC, é preciso fazer parte do Sistema Eletrônico (SISTEC). A oferta de cursos será disciplinada pelo Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia e do Guia Pronatec de Cursos de Formação Inicial e Continuada, publicados pelo MEC.

Profuncionários

Por meio da iniciativa Profuncionários, o MEC busca incentivar a formação em serviços profissionais não docentes, mas que atuam nas escolas brasileiras de educação básica. Cursos como técnico em alimentação escolar, infraestrutura escolar, multimeios didáticos e secretaria escolar são as quatro modalidades mais procuradas e consequentemente ofertadas. Para participar, é preciso estar inscrito no Sistema Integrado de Monitoramento e Controle (SIMEC).

Fonte: Portal Brasil

Anúncios

About Celso Jacob

Economista, professor e político, Celso Jacob. Sejam todos bem-vindos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: