Professor brasileiro é finalista em “Nobel da Educação” após trabalho no rio Doce

O professor do Espírito Santo, Wemerson Nogueira, de 26 anos, é um dos 50 finalistas do Global Teacher Prize, o “Nobel da Educação”, concedido pela ONG Varkey Foundation, após desenvolver um filtro para ajudar as vítimas da tragédia de Mariana, em Minas Gerais, e que tornou a água do rio Doce inutilizável.

brasileiro-nobel-educacao

Nogueira, que dá aulas há cinco anos da rede estadual capixaba, é professor de química e decidiu desenvolver o projeto – que foi iniciado no começo de 2016 – após perceber o quanto seus alunos ficaram impactados pela tragédia de Mariana, em Minas Gerais, que foi coberta por lama após uma barragem se romper em dezembro de 2015. O rio Doce, principal rio da região, se tornou imediatamente não potável, afetando a vida de moradores e pescadores e impossibilitando o acesso à água.

Em entrevista à BBC Brasil, Wemerson conta que sentiu a necessidade de tirar a química do papel depois de conversar com seus alunos. “Estamos muito perto de Colatina e de Linhares – duas das cidades atingidas pela lama. Os alunos só falavam disso e queriam aulas práticas de química. Então, pensei em levá-los para fazer uma pesquisa científica de campo”, conta.

Durante a pesquisa, o sentimento de querer ajudar a população afetada pelo desastre aumentou e, então, o experimento se tornou um protótipo que viria a ajudar muitas pessoas. O professor e seus alunos fizeram análises de amostras da água do rio Doce e, em meio ao processo, um dos alunos sugeriu desenvolver um filtro que pudesse fazer com que a água fosse potável novamente.

O filtro, feito à base de areia, que deixa a água transparente e a torna 75% potável, serve para o uso agrícola e doméstico e tem como base uma portaria do Ministério da Saúde. Prontos, eles foram levados para ribeirinhos de Regência, no Espírito Santo, que não tinham água potável.

A iniciativa ganhou nome: “Filtrando as Lágrimas do Rio Doce” e deu ao professor seu primeiro prêmio, o Educador Nota 10, que é concedido aos melhores educadores do Brasil. Foi então que o sonho com o internacional surgiu. E Wemerson está muito perto de realizá-lo.

Ele e o professor amazonense Valter Pereira de Menezes podem ser um dos brasileiros a se tornarem o grande vencedor, que receberá US$ 1 milhão. A resposta sairá em março e será anunciada durante um evento em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Para outros educadores, Nogueira deixa uma lição: é preciso dar voz aos alunos e motivá-los a aprender. O plano de ensino do ano, por exemplo, é montado de maneira colaborativa. Ele se reúne com a classe, ouve suas ideias, anota e depois debate o que é viável. O resultado? 3 milhões de pessoas auxiliadas por uma iniciativa simples, surgida dentro de uma aula de química.

Fonte: Universia

Anúncios

About Celso Jacob

Economista, professor e político, Celso Jacob. Sejam todos bem-vindos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: