Facebook criará centro para formar programadores e acelerar startups

Facebook entrou para a lista de grandes empresas, já ocupada por nomes como Itaú, Google e Bradesco, que abrem espaços para fomentar o empreendedorismo em São Paulo. Nesta semana, a rede social de Mark Zuckerberg anunciou a criação de um centro de inovação chamado Estação Hack São Paulo, voltado a startups e jovens interessados em programação.

É a primeira vez que o Facebook realiza um projeto deste tipo no mundo. Além de acelerar startups nacionais, a Estação Hack São Paulo vai oferecer cursos gratuitos de programação e oficinas sobre empreendedorismo e planejamento de carreira. Ao todo, serão concedidas bolsas a mais de 7.400 jovens por ano.

O espaço, situado na Avenida Paulista, deverá ser aberto até o fim deste ano. “Vamos ajudar a formar o jovem brasileiro para algumas das profissões do futuro, dentro de um ambiente de estímulo à inovação”, disse Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook e Instagram para América Latina, em comunicado.

Segundo a empresa, a intenção é colaborar para o desenvolvimento de um ecossistema econômico e de tecnologia mais forte no Brasil. As aulas serão ministradas por parceiros como Centro de Empreendedorismo e Negócios da FGV (FGVcenn), Mastertech, MadCode, Reprograma e JuniorAchievement. O critério de seleção dos participantes vai variar por área e por treinamento, com foco prioritário em pessoas entre 16 e 25 anos, além de programas específicos para adolescentes no ensino médio.

Para o programa de aceleração de startups, por sua vez, o Facebook se uniu à Artemisia, uma organização sem fins lucrativos que estimula negócios com potencial de alto impacto social. Além disso, o Espaço Hack São Paulo contará com programas de empreendedorismo e de marketing digital do próprio Facebook, como o Impulsione Seu Negócio e o #ElaFazHistória. Detalhes sobre todas as iniciativas serão disponibilizados em breve na página do espaço no Facebook.

O movimento de abertura de espaços voltados à inovação cresce em São Paulo. Na semana passada o centro empreendedorismo e tecnologia Cubo, do Itaú Unibanco, anunciou sua mudança para uma sede com 20 mil metros quadrados, que poderá abrigar até 210 startups, 1.200 residentes e receber mais de 2.000 pessoas por dia. Seu rival, Bradesco, também prepara o seu próprio espaço de coworking. O Habitat, que ficará localizado na Bela Vista, em São Paulo, deve ser inaugurado em dezembro.

Fonte: Época Negócios

Anúncios

About Celso Jacob

Economista, professor e político, Celso Jacob. Sejam todos bem-vindos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: