Concurso TRT/RJ: em fase de escolha da banca

O novo concurso público que será realizado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, no Rio de Janeiro (TRT/RJ), já está em fase de escolha da banca organizadora. A expectativa é de que isto seja definido no decorrer das próximas semanas para que a publicação do edital de abertura de inscrições ocorra até o início de 2018. Além da contratação da empresa, a liberação do certame também depende ainda da confirmação da oferta de vagas. De qualquer forma, já está certo que a seleção será para os cargos de técnico e analista judiciários em diversas áreas de atuação.

O concurso está autorizado desde 6 de abril, quando também foram nomeados os membros da comissão.

Para concorrer ao cargo de técnico é necessário possuir ensino médio, enquanto para analistas, a exigência é de nível superior. As remunerações iniciais são, respectivamente, de R$ 7.260,41 a R$ 8.308,17 para técnicos, variando de acordo com a área de atuação; e de R$ 11.035,90 a R$ 13.064,99 para analistas, também de acordo com a área.

A comissão do concurso público, já constituída, tem como presidente o desembargador do trabalho Cesar Marques Carvalho.

No caso de técnico, já está confirmado que haverá oportunidades na área administrativa, que pede apenas ensino médio, com inicial de R$ 7.260,41, além de técnico nas áreas de segurança e enfermagem. No primeiro caso é necessário possuir carteira de habilitação “D”, com inicial de R$ 8.308,17 e para enfermagem, formação técnica, com R$ 7.260,41.

Para os analistas, o TRT oferecerá oportunidades para a área administrativa, que pede apenas nível superior em qualquer área, com inicial de R$ 11.345,90, além da área judiciária (com formação em direito e inicial de R$11.345,90) e oficial de justiça, também com formação em direito e inicial de R$13.064,99.

Seleção Anterior
O último concurso do tribunal ocorreu em 2014, quando foram oferecidas 77 oportunidades, sendo 74 para o cargo de analista judiciário –área apoio especializado – especialidade tecnologia da informação, uma para analista judiciário – área apoio especializado especialidade medicina –psiquiatria e duas para técnico judiciário – área apoio especializado –especialidade tecnologia da informação.

A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.

Fonte: JC Concursos

Anúncios

About Celso Jacob

Economista, professor e político, Celso Jacob. Sejam todos bem-vindos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: